top of page

10 dicas para lidar com o estresse em 2024



Ano novo significa um novo ciclo de estratégias e atitudes, visando melhorar a qualidade de vida e a saúde. Os erros do passado precisam ser corrigidos, pois insistir com aquilo que tira nossa paz e tranquilidade não seria inteligente.


Desta forma, o jornal New York Times destacou recentemente quais seriam as 10 estratégias capazes de efetivamente quebrar paradigmas, permitindo enfrentar o estresse em 2024 com maior chance de superação e assimilação. Como o estresse normalmente resulta em muitos problemas físicos e emocionais, limitando nossa produtividade e desempenho, nada melhor do que criar mecanismos eficazes para passar por esta tempestade em 2024. Lembrando que o estresse é algo inevitável, algo muitas vezes incontrolável e que pode surgir subitamente, motivado por forças ou razões fora de nosso alcance.


Assim sendo, as 10 melhores estratégias para se lidar com as situações de estresse em 2024 seriam:

1. Buscar tratamento para insônia

Sono noturno de qualidade significa maior resistência as doenças em geral, maior estabilidade emocional, melhor disposição para bons relacionamentos e também as pessoas conseguiriam envelhecer mais lentamente. Observem a pele de uma pessoa que dorme bem e a pele envelhecida das pessoas que sofrem de insônia, a diferença é gritante.


2. Saber interpretar sua ansiedade

Nem sempre ter ansiedade é algo maléfico, pois muitas vezes esta sensação nos torna pessoas mais atentas e vigilantes. A questão, portanto, seria definir se ansiedade, que faz parte da rotina de qualquer ser humano, estaria exercendo um papel protetor ou realmente estaria sendo problemática. Segundo Petrus Levounis, presidente da Associação Americana de Psiquiatria, teríamos de responder a seguinte questão: “ Quanto de ansiedade seria muito?” Além disso, quando esta ansiedade se traduz por excesso de preocupação e sensação constante de medo, teríamos de buscar ajuda imediatamente.


3. Inibir o ciclo de preocupações

Você é aquela pessoa que fica ruminando um determinado problema? O dia todo pensando no problema, demora para pegar no sono pensando no problema, conversa com as pessoas e não tem foco pois só pensa no problema? Lamentavelmente você está num verdadeiro redemoinho, sem nenhuma perspectiva de escape. Tente desviar seu foco para atitudes mais prazerosas como ouvir música, praticar algum esporte e procure limitar o tempo diário para pensar no problema. Algumas pesquisas mostram que deveríamos limitar nossos pensamentos em relação ao problema a um tempo de 10-30 minutos por dia.


4. Saber lidar com a bagunça

Observem como uma pessoa estressada reage a bagunça dentro de casa. Esta pessoa tende a ficar mais reativa, agressiva e estressada, não é verdade? Mas isto resolve o problema? Por que não inverter as coisas e saber conviver com a bagunça? A escritora KC Davis escreveu um interessante livro intitulado “Como cuidar da sua casa enquanto você se afoga” e ressaltou que existem 5 coisas numa casa com as quais deveríamos aprender a lidar com maior naturalidade : louça suja, roupas para lavar, objetos fora do lugar, objetos que estejam no lugar e uma bagunça generalizada (camas desarrumadas, sujeiras no chão, etc).


5. Ter gratidão

Reclamar talvez seja um dos atos mais frequentes na vida de um ser humano. Por outro lado, ter gratidão pela vida, pela saúde, pelo emprego, talvez seja algo muito ocasional, mas que poderia mudar significativamente o astral e atmosfera de qualquer ambiente. Para ter mais gratidão, os especialistas recomendam que as pessoas se expressem mais, ou seja, exercitar a gratidão por meio de uma carta, de uma música, de uma confissão, falando mais, desabafando mais.


6. Ter uma percepção positiva sobre o envelhecimento

Cada dia de nossa vida é, na realidade, um dia de vida a menos. E não tem como escapar desta contagem. No entanto, podemos estimular nosso cérebro a nutrir pensamentos positivos sobre isto. De forma concreta, existem pesquisas mostrando que as percepções positivas sobre o envelhecimento podem acrescentar uma média de 7 anos e meio ao nosso tempo de vida.


7. Criar conexões com algum tipo de arte

Aqui o propósito não é se tornar propriamente um artista. A ideia seria se aproximar de algum tipo de arte e procurar executar tarefas que preencham seu tempo e estimulem nosso cérebro. Você pode escrever um texto ou um livro, você pode desenhar, você pode aprender sobre algum instrumento musical e você pode inclusive se aventurar em cantar. Nada é proibitivo. Uma estratégia já comprovada em alguns estudos, visando melhorar seu humor, seria pintar figuras geométricas mais complexas , como uma mandala por exemplo. Este ato de colorir uma figura rica em tantas nuances produz um efeito positivo de grande magnitude em nosso cérebro.


8. Reverencie mais a natureza

Em nossa rotina, a natureza e seus aspectos irretocáveis passam desapercebidos. Caso consigamos mudar isto, nos conectando mais com a natureza e mentalizando tudo que ela nos agrega, certamente iríamos diluir nosso estresse e conviver de forma mais harmoniosa. Experimente algumas sensações maravilhosas da natureza : o som dos pássaros, o barulho de uma cachoeira, a visão de ondas do mar, a sensação do vento em nossa face.


9. Crie um rotina de “break” tecnológico

Nosso nível de concentração ou de desconcentração está diretamente ligado ao tempo que passamos nas telas-celular, TV, computador. Para tentar mudar isto, a professora Larry Rosen, emérita da Universidade do Estado da Califórnia, propôs uma estratégia bem interessante: fique 15 minutos em silêncio e longe das telas, na sequência dedique 1-2 minutos para seus aplicativos favoritos (este período seria o “break” tecnológico) e depois volte ao trabalho por mais 15 minutos. O propósito desta estratégia é cada vez mais aumentar o intervalo entre os “breaks”, ficando quase 45 minutos ou até mais longe das telas.


10. Tome um fôlego

Na verdade, a ideia aqui seria praticar exercícios respiratórios coordenados, visando acalmar nossa mente. O poder de um fôlego lento e profundo é inimaginável para controlar o estresse e sensações como pânico e dor. Uma boa dica seria seguir o ciclo 4-4-8, no qual você inspira por 4 segundos, segura a respiração por mais 4 segundos e libera o ar ao longo de 8 segundos.


O ano de 2024 está começando e todos nós precisamos aprimorar nossa capacidade de lidar com o estresse. Existem estratégias muito efetivas para isto, incluindo coisas muito simples que dependem de nossa boa vontade . Será mais um ano de desafios, com momentos que exigirão equilíbrio físico e mental. Assim, estejamos prontos para este enfrentamento, pois o avião de 2024 já decolou, precisamos estabilizar e seguir em voo de cruzeiro sabendo lidar com eventuais turbulências pelo caminho.


5 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page